quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Vencendo Limites



Tantas vezes nos limitamos e cerceamos, não deixando fluir nossas habilidades e capacidades por medo de errar ou falhar. E no entanto, este adolescente cego nos dá uma bela lição de que tudo é possível quando acreditamos em nós mesmos. Ele ficou cego aos dois anos de idade, mas superou a deficiência e tem uma vida pra lá de ativa. Veja o vídeo:



Best Video of the Year - Blind Kid Uses Sound to See - video powered by Metacafe


terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Natal!





domingo, 21 de dezembro de 2008

Voar!



Voar deve ser muito bom.
Mesmo para um aviãozinho de papel...



Paper Airplane, NYC - Watch more Entertainment


sábado, 13 de dezembro de 2008

Papai Noel já passou aqui em casa...



Radiante de alegria.
Isso é o mínimo que posso dizer a meu respeito após chegar do trabalho ontem e encontrar uma big caixa contendo minha desejada boneca e cinco belos trajes completos, além de três perucas para ela mudar o visual!





De manhã o Leo foi aos Correios buscar a encomenda. Este é o melhor presente que ganhei nos últimos tempos e devo agradecer ao meu querido namorado por ter me feito este mega mimo! Estou feliz, feliz, feliz! Muito feliz!




O nome que eu escolhi para ela é Eloah. Estas são as primeiras fotografias e você a vê com os três looks diferentes em função da peruca usada... :P




Lindinha de todas as maneiras, não é? ;)


sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

No final das contas, o que vale é a nossa consciência...


A jabuticabeira

Um velho estava cuidando de uma planta com todo carinho. Um jovem aproximou-se e perguntou: - Que planta é essa que o senhor está cuidando? - É uma jabuticabeira, respondeu o velho. - E ela demora quanto tempo para dar frutos? - Pelo menos uns quinze anos, informou o velho. - E o senhor espera viver tanto tempo assim? Indagou, irônico, o rapaz. - Não creio que viva mais tempo, pois já estou no fim da minha jornada, disse o ancião. - Então que vantagem você leva com isso, meu velho? - Nenhuma, exceto a vantagem de saber que ninguém colheria jabuticabas se todos pensassem como você...

"Não importa se teremos tempo suficiente para ver mudadas nas coisas e pessoas pelas quais lutamos, mas sim, que façamos a nossa parte, de modo que tudo se transforme a seu tempo."

(Autor desconhecido)



segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Eu estava lá! Que saudade!!!