domingo, 16 de setembro de 2007

Tempos Passados 75




fotografia de françois benveniste


Pretensões


Danem-se meus sentimentos,
que morram meus desejos,
que a esperança se afaste de mim.
Que venha a verdade
e me arranhe com suas garras e
me arranque os sonhos
e as expectativas.
Que sequem minhas lágrimas,
que selem minhas dúvidas,
que travem meus devaneios,
que tranquem o amor em mim:
para que ele não se expanda,
para que ele não se fortaleça,
para que ele não te queira,
para que ele não te busque,
para que ele não te ame...
Que venha a solidão
e me acolha ternamente
em seu colo de madrasta.
Que venham a madrugada
e o cansaço desses dias
e me façam adormecer.



Nenhum comentário: