sábado, 3 de março de 2007

Depois da tempestade



Passei a sexta-feira inteira me sentindo esquisita, dormi a maior parte do dia, a fraqueza tomou conta de mim. Mas dormir é bom, repõe as energias perdidas e acalma o coração e a mente. Foi muito estranho ter sentido pela primeira vez na vida a certeza de que iria morrer. A sensação de ter o fluido vital se esvaindo e a consequente perda do controle do corpo é extremamente desagradável. E por mais exagerado que possa parecer, creio piamente que se ainda estou viva é graças às orações, pedidos e invocações que fiz com o pouco de voz e lucidez que ainda restavam em mim. Espero nunca mais sentir algo semelhante ao que aconteceu na madrugada de quinta pra sexta. Que Deus me proteja. Mais uma vez.



Nenhum comentário: