segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

De W. Somerset Maugham





Se confessasse cada ação da minha vida e

cada pensamento que me atravessou o espírito,
o Mundo me julgaria um monstro de depravação.



Nenhum comentário: