domingo, 24 de dezembro de 2006

Então é Natal




É Natal e eu estou como desejei e me sinto muito bem.
Em casa há silêncio e em mim introspecção.
Tenho as melhores companhias possíveis: Padme e Durga.
Estou só e não me sinto só.
E isso vai contra as minhas próprias expectativas.
Quando percebi que precisava ficar só neste dia cheguei e temer que a depressão ou algum tipo de medo ou maus pensamentos se apoderassem de mim.
Porém, nada disso está acontecendo.

Agradeço à Deus a constante companhia, o carinho que tem por mim e a benevolência também.

Peço que me ajude a melhorar como pessoa, dominando meu temperamento, que não é fácil, dando-me força de vontade e conscientização para operar em mim as mudanças comportamentais necessárias, segurança e proteção para cuidar e manter minha saúde, e muito amor no coração para que eu possa sempre ter um palavra reconfortante para quem necessitar de mim.

Peço perdão pelos maus pensamentos e atitudes que eu possa ter tido, pela ingratidão que eu possa ter sentido, ou por alguma mágoa que eu possa ter guardado.

Suplico que afaste de mim e de todas as pessoas, a maldade, os perigos, as doenças, as mentiras, a inveja, as intrigas, e todas as formas de sofrimento.

Proteja minha mãe, o Leo, meus familiares e amigos, minhas gatinhas amadas e todos os outros gatos.

E por fim, tende piedade de todos nós e nos cubra com seu manto de Amor.

Amém.

Nina Victor




Nenhum comentário: