segunda-feira, 27 de novembro de 2006

Quase angústia



Eu quero dizer o que sinto, com detalhes e nuances mas não encontro as palavras que formem a frase perfeita. Com isso fico confusa e falo compulsivamente, encho seus ouvidos com idéias, histórias, opiniões; eu me meto na sua vida, quero lhe trazer para a minha, mas ironicamente é minha porta que fica entreaberta, contrapondo-se à sua que me convida a entrar.




Nenhum comentário: