sábado, 25 de novembro de 2006

Ciranda



Eram dois imaginários.

Viraram dois terços reais.
Descambaram pra trindade.
Sobraram dois.
Conviveram três.
Voltou um.
E o quaternário se fez.
Houve uma dispersão.
E de novo, uma re-união.
A três, a dois, alternadamente.
A quatro não mais.
A desesperança sumiu com um.
O ciúme matou os dois.
O desengano feriu os três.
E a solidão tortura os quatro.

Nina Victor


Nenhum comentário: